Covid-19 não gerou demissões na construção civil de Itajaí e região

Atualizado: Mar 23


Desde o início da pandemia provocada pela Covid-19, o setor da construção civil de Itajaí e região não realiza demissões em virtude dos reflexos econômicos gerados pela crise sanitária. Pelo menos é o que sugere o estudo realizado pelo Sinduscon da Foz do Rio Itajaí junto aos seus associados. Na estimativa, feita por amostragem, foram incluídas empresas de pequeno, médio e grande porte situadas em Itajaí, Navegantes, Penha e Piçarras – base territorial do sindicato. O levantamento ocorreu em julho.


O questionário aplicado também contabilizou outra boa notícia: 100% das empresas entrevistadas não pretendem realizar demissões nos próximos 30 dias em virtude da pandemia. Vale ressaltar que no período de junho e julho houve demissões no setor, porém, por motivos como finalização da obra e não adequação do profissional ao perfil da vaga.


“Os dados apresentados na pesquisa demonstram a pujança na construção civil e o quão forte nossa atividade está neste momento em que a crise atinge diversos setores da economia. Nossa realidade atual crescerá ainda mais e acreditamos que a atividade será uma das molas propulsoras para a retomada do País. Isso nos anima e, ao mesmo tempo, nos dá a dimensão da responsabilidade, mas temos certeza que estamos preparados para este desafio”, enfatiza o presidente do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, engenheiro Bruno Pereira.



Assessoria de Imprensa: Vizzotto Comunicação

26 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

SINDISOL PARA TODOS

Sindisol é o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e região. A entidade existe há 42 anos e, por quatro décadas, tem participado do desenvolvimento do turismo e do

BOMBINHAS: 3 BANDEIRAS AZUIS

Bombinhas agora possui Bandeira Azul em três praias. Nas praias de Mariscal e Quatro Ilhas, a bandeira azul foi renovada, e a novidade é que a Praia da Conceição recebeu o selo pela primeira vez. Band

ITAPEMA: METRO QUADRADO EM ALTA

A segunda cidade brasileira com maior valorização imobiliária nos últimos12 meses é Itapema. Em Santa Catarina, é a líder do ranking, de acordo com o Índice FipeZap da Fundação Instituto de Pesquisas